Rota do Vinho em Bento Gonçalves: Descubra o que fazer

Rota do Vinho em Bento Gonçalves: Descubra o que fazer

Para boa parte dos brasileiros, a primeira imagem que vem à cabeça quando se fala em Serra Gaúcha é a do Lago Negro ou das construções em estilo enxaimel, característica da colonização germânica de Gramado e Canela. 

Mas existe um outro lado, que não fica para trás quando o assunto é charme, boa gastronomia e atividades turísticas: é o Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves.

Famoso por suas vinícolas, casas de massa e outros (saborosos) legados deixados pelos imigrantes italianos, o local apresenta muitos encantos.

A região de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, guarda tradições e encantos da época em que os imigrantes italianos chegaram na região, por volta de 1975. 

Como não poderia faltar, vinhedos deslumbrantes atraem a atenção de turistas que desejam ir além da degustação e realizar uma verdadeira imersão ao mundo da uva.

Considerada a capital nacional do vinho, Bento Gonçalves vai muito além das belas parreiras carregadas, e surpreende pela história, gastronomia e experiências.

Quando ir a Bento Gonçalves – RS

A cidade de Bento Gonçalves pode ser visitada em qualquer época do ano. Porém, as paisagens estão mais lindas entre setembro e abril, especialmente entre o final de janeiro e início de março, época da colheita da uva.

No inverno, as baixas temperaturas podem incomodar um pouco nos dias mais frios. 

Neste período, os parreirais estão menos bonitos, sem folhas, mas também dá para aproveitar bem as atrações, como a visita às vinícolas e degustações de vinho.

O que é o Vale dos Vinhedos?

Vale dos Vinhedos
Imagem por: Renato Soares – MTUR

A rota é a mais famosa de todas e é a primeira a receber uma Denominação de Origem. Lá, encontram-se grandes nomes da vitivinicultura brasileira como Miolo e Casa Valduga.

Também encontram-se algumas vinícolas menores mais “boutique”, como Almaúnica , Pizzato, Larentis, Don Laurindo e Lídio Carraro (que ficou conhecida por produzir o vinho da Copa do Mundo 2014).

O Vale dos Vinhedos é uma região do Rio Grande do Sul famosa pela produção de vinhos e espumantes. 

Ela compreende uma rota rural que abrange três municípios gaúchos: Monte Belo do Sul, Garibaldi e Bento Gonçalves, que é o maior deles e também em cujo território se encontra a maior parte do roteiro turístico.

Um passeio pelo Vale dos Vinhedos inclui paisagens altamente fotografáveis e uma imersão à cultura dos imigrantes italianos, representada pela hospitalidade nos serviços oferecidos, pela gastronomia farta e, claro, pelas dezenas de vinícolas de todos os portes – desde cantinas a grandes empresas de conhecidas internacionalmente.

Passeios na região

Caminho das Pedras
Imagem por: Renato Soares – MTUR

Um dia ideal na região começa com um café da manhã bem reforçado – porque em breve, para os que gostam, será hora de provar alguns bons goles de vinho. 

Portanto, nada de estômago vazio para começar – o risco de “queimar a largada” é grande.

Após as degustações, a dica é conhecer o roteiro Caminhos de Pedra, onde as edificações de pedra e madeira apresentam o local que deu início à colonização italiana na cidade. 

Além de charmosas casinhas, há também diversos restaurantes, cantinas, indústria de erva-mate e capelas – tudo isso acompanhado por um cenário natural deslumbrante.

Com tanta história, é quase impossível não ficar com vontade de reviver a época em que os imigrantes chegaram à região. 

E essa volta no tempo é realizada no Parque Epopéia Italiana, onde o visitante participa de uma encenação linda e tocante sobre a chegada dos italianos na redondeza. 

O espetáculo conta com belos cenários, texto emocionante e uma ótima atuação. É impossível não se emocionar.

Por fim, o passeio turístico de trem à vapor do Maria Fumaça leva o visitante a 23 quilômetros de percurso, saindo de Bento Gonçalves até Carlos Barbosa. 

Imagem por: Renato Soares – MTUR

No trajeto, muita música italiana, festa, belas paisagens e, como não poderia faltar para um gran finale, um brinde regado a muito vinho.

Além de Bento, algumas cidades da região da Uva e do Vinho merecem a visita, se o tempo permitir, não deixe de conhecer: Garibaldi, Flores da Cunha, Caxias do Sul, Farroupilha e Nova Roma do Sul. 

Essa região toda oferece um legado histórico, cultural e gastronômico deixado pelos imigrantes italianos.

Empreendimento futuro: Golden Tulip Canela

Para finalizar todas as dicas acima do que fazer em Bento Gonçalves, não podemos deixar de falar do novo empreendimento no catálogo de produtos da 2Share: O Golden Tulip Canela.

O empreendimento está em construção na cidade de Canela, uma das cidades pertencentes à Serra Gaúcha, regada de cultura, gastronomia e pontos turísticos imperdíveis.

Se você quer seu segundo imóvel, uma casa de férias dos sonhos, o Golden Tulip Canela pode ser o local ideal para sua família.

Comercializado no modelo de Multipropriedade Imobiliária, o empreendimento tem tudo para ser o palco de suas férias inesquecíveis todos os anos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
2Share Multipropriedades

2Share Multipropriedades

A sua casa de férias ficou mais acessível e tem todas as facilidades e exclusividades dos melhores resorts do mundo! ?

A multipropriedade imobiliária é a maneira mais prática e inteligente de garantir as viagens dos seus sonhos. Conheça a 2Share!

Acesse nosso site

Você vai gostar também!

Deixe uma resposta